Como tudo começa…

Leave a comment »

Era Uma Vez um Sonho

Leave a comment »

Os Autistas e a Expressão Plástica

Pedagogos e peritos em educação defendem que a expressão criadora é própria da infância. Assim, a expressão plástica é um dos meios que a criança encontra de forma imediata para se comunicar.
   

A necessidade natural que a criança tem de exprimir e de comunicar sensações corporais, sentimentos de alegria, tristeza e serenidade, desejos, ideias, curiosidade e experiências, um conjunto de factos emotivos, impõe que o educador a ajude a exprimir-se pela pintura, pelo desenho, pelos trabalhos manuais ou por qualquer outra expressão.
   

O trabalho das artes com as crianças no geral e em particular com autistas, é muito importante na medida em que a criança de uma forma mais directa se pode reflectir, se pode desenvolver e reconhecer. No fundo, um dos objectivos das expressões é aumentar e engrandecer a qualidade do Ser.
  

A primeira referência que se nos depara, é o desenho como forma de expressão e que imputa à expressão, uma divisão em dois grupos:
    1. A expressão através de movimento específico onde se enquadra, a fala, a escrita, o desenho, a pintura, a modelagem e a construção;
    2. a expressão através do movimento global, designada por expressão cinética e que inclui a dança, o drama e a música (ritmos, canções, etc.)
   

É com técnicas de expressão plástica, que a criança realiza um processo eminentemente imaginativo e criativo.
 Em simultâneo com o desenho e com a pintura, a criança pode modelar, rasgar, recortar e colar, com diversos materiais.       

Também, através da modelagem, a criança exercita os seus próprios dedos e desenvolve o seu sentido do volume e do espaço.   

 A percepção táctil dos materiais, (areia, barro, argila, plasticina, tecidos, lixa, cartão, papel, etc.), permite à criança descobrir através do uso das mãos, (apalpar, tocar, agarrar, modelar), a forma e a textura.

Alguns autores garantem que a utilização de diferentes matérias, são acima de tudo um “estímulo para a criança”. As crianças começam assim, a descobrir diferentes aplicações para os materiais.

Através destas técnicas que conferem à criança uma maior coordenação psicomotora, que consiste em que a criança faça com as mãos o que a mente concebe e imagina, permite-lhe ainda, adquirir uma percepção visual mais nítida das formas e imagens.

Leave a comment »

Importância da Expressão Plástica

A Expressão Plástica é um dos modos mais caracteristicos que a criança tem, não só de observar e manipular a matéria, de forma criativa, como, também, de comunicar ao exterior a sua particular visão do meio, a sua aquisição permanente de noções e a necessidade de compartilhar com os outros o seu estado emocional.

A criatividade, e a expressão na criança, implicam amadurecimento, capacidade de comunicação, nível perceptivo e motor, grau de motivação e, desde logo, conhecimentos da aplicabilidade de certas técnicas no seu trabalho criativo.

Ao mesmo tempo, a expressão plástica converte-se num optimo meio para a iniciação das aprendizagens básicas: leitura e escrita. É através do desenho, da pintura e da modelagem de formas que a criança melhor acede ao símbolo gráfico, á sua compreensão e utilização.

Leave a comment »

colorir um outro Mundo

Neste blog, pretendo apresentar algumas actividades plásticas  que poderão possibilitar a inclusão de alunos autistas numa turma regular, facilitando a sua socialização.

Leave a comment »

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.